Higienópolis

Apto de 165m2

Apartamento para um casal de designers que em princípio gostaria que o resultado da intervenção arquitetônica servisse de fundo para as peças criadas por eles.

O imóvel original possuia três dormitórios. Hoje, depois da reforma, possui apenas um. Os outros foram integrados à área social com a sala de estar principal ligando-se à cozinha.

Trata-se do uso de base neutra, ou seja, da criação de um cenário minimalista para posterior emprego de cores quentes utilizadas nas peças escolhidas e nos revestimentos de algumas paredes.

Segunda parceria entre o arquiteto e o casal de designers, o novo apartamento também em higienópolis, agora com 300,00m2. Novamente a intenção no uso de linhas retas, design limpo com pouca informação foi a premissa.

O apartamento está localizado em edifício brutalista, todo em concreto aparente, tipica de um período de excelente produção arquitetonica paulistana da década de 60. O decisão pelo uso do concreto (no mobiliário e nas lajes e vigas aparentes cujo revestimento foi removido) adveio da admiração comum do arquiteto e dos clientes pelo material em si e pelo contexto no qual imóvel está inserido.

O piso monolítico e único em todo o apartamento procurou ampliar a sensação de um ambiente contínuo. As portas de correr trouxeram a possibilidade do abrir e do fechar, do deixar passar a luz e ao mesmo tempo criar limites, quando necessário.